segunda-feira, 9 de junho de 2014

Silêncio!

 Silêncio cada vez mais difícil encontrá-lo.

 Silêncio não da surdez, mas o de conseguir ouvir o próprio coração.

 Silêncio pra conseguir ouvir o outro no seu silêncio.

 Silêncio não da mudez, mas o de conseguir ouvir os outros corações.

 Silêncio pra conseguir ouvir os sentimentos por traz das palavras do outro.

 Silêncio não da ausência plena de sons, mas o de conseguir ouvir a tragédia e as tragédias das ensurdecedoras cidades que habitamos.

 Silêncio pra conseguir ouvir e sentir a beleza da natureza e seus sons harmoniosamente delicados.

 Silêncio não do isolamento de um fone de ouvido ensurdecedor, mas o de perceber o sentimento de quem esta isolado.

 Silêncio pra conseguir manter o equilíbrio mesmo quando estiver envolto em guerras externas, disputas, perseguições e angústias.

 Silêncio não de quem se omiti e se isola com a distância, mas silêncio de quem mesmo distante mantém vivo, perseverante o sentimento.

 Silêncio pra conseguir perceber o que é relevante e essencial nesse mundo de tanta poluição sonora, aparência, pompa e futilidades.

 Silêncio não de que se anula aceitando qualquer valor e qualquer princípio, mas de quem calado mantém suas convicções e crenças.

 Silêncio pra conseguir compreender os Insight's que Deus dá na Vida.

 Silêncio não de que tem coração duro e resoluto e cala a voz; mas silêncio de quem tem coração que ama e silencia a voz pra harmonizar o coração com o coração dissonante do amado.

 Silêncio pra conseguir encontrar a Paz! Paz que só o Príncipe da Paz pode nos dar!

 Silêncio no coração de quem caminha, ama e crê no Príncipe da Paz - Jesus Cristo.


por Leonardo Felipe


Um comentário:

  1. O silencio da alma reflete uma vida de busca incensante por barulhos.

    ResponderExcluir